“MEMENTO, HOMO, QUIíA PULVIS ES ET IN PULVEREM REVERTERIS. ”



ARTE TUMULAR

Existe um tipo de arte que poucas pessoas conhecem, a chamada arte tumular. Deixando-se de lado o preconceito e a superstição, encontraremos nos cemitérios, trabalhos esculpidos em granito, mármore e bronze de personalidades que marcaram época. É um verdadeiro acervo escultórico e arquitetônico a céu aberto, guardando os restos mortais de muitas personalidades imortais de nossa história, onde a morte se torna um grande espetáculo da vida neste lugar de maravilhosas obras de arte e de grande valor histórico e cultural. Através da representação, a simbologia de saudades, amor, tristeza, nobreza, respeito, inocência, sofrimento, dor, reflexão, arrependimento, dá sentido às vidas passadas. No cemitério, a arte tumular é uma forma de cultura preservada no silencio e que não deverá ser temida, mas sim contempladas.



PESQUISAR: COLOQUE O NOME DO PERSONAGEM

Carregando...

7 de fev de 2016

TERESA DE LISIEUX (Santa Teresinha do Menino Jesus) - Arte Tumular - 1071 - Carmel of Lisieux Lisieux Departement du Calvados Basse-Normandie, France









Carmelo

ARTE TUMULAR

Na Capela do Carmelo, em um dos cantos, ergue-se o túmulo de Teresa de Lisieux. Sobre a base tumular de mármore está uma urna com armações de madeira escura  e ricamente talhadas com motivos religiosos, protegida por vidros grossos, em todos os seus lados,  encerra Santa Teresinha, que está representada em seu leito de morte, vestida com o hábito de Carmelita. O rosto em cera mostra o sorriso  delicado da Santa no momento da sua morte,  Na base tumular de mármore , na parte inferior da urna é que encerra os seus restos mortais. Gravado no mármore as suas palavras:
"Je veux passer mon ciel faire du bien sur la terre"
 ("Quero passar para o céu fazendo o bem sobre a terra." )
A parte superior do relicário em formata triangular, também em madeira ricamente talhada e vidros. No alto, se destaca a estátua de Notre Dame du Sourire (Virgem do Sorriso), aquela que curou St Therese durante a doença.


Local:  Carmel of Lisieux Lisieux Departement du Calvados Basse-Normandie, France
Descrição tumular: Helio Rubiales




PERSONAGEM
Teresa de Lisieux, O.C.D., nascida Marie-Françoise-Thérèse Martin, conhecida como Santa Teresinha do Menino Jesus da Santa Face, (Alençon - 02 de janeiro de 1873 - Liseux, Calvados -30 de setembro de 1897),  foi uma freira carmelita descalça francesa conhecida como um dos mais influentes modelos de santidade para católicos romanos e religiosos em geral por seu "jeito prático e simples de abordar a vida espiritual". Juntamente com São Francisco de Assis, é uma das santas mais populares da história da Igreja[ . O papa Pio X chamou-a de "a maior entre os santos modernos" .
Morreu aos 24 anos de idade.

SINOPSE BIBLIOGRÁFICA
Teresa recebeu cedo seu chamado para a vida religiosa e, depois de superar inúmeros obstáculos, conseguiu, em 1888, com apenas quinze anos, tornar-se freira para juntar-se às suas duas irmãs mais velhas na comunidade carmelita enclausurada em Lisieux, na Normandia. Depois de nove anos, tendo ocupado funções como sacristã e assistente da mestra das noviças, Teresa passou seus últimos dezoito meses numa "noite de fé" e morreu de tuberculose com apenas vinte e quatro anos de idade.

 Santa Teresinha sentado na gruta de Lourdes, perto do local da presente capela. Tomada no final de 1894 - início de 1895.

O impacto de sua "A História de uma Alma", uma coleção de seus manuscritos autobiográficos publicados e distribuídos um ano depois de sua morte foi tremendo e ela rapidamente tornou-se um dos santos mais populares do século XX. Pio XI fez dela a "estrela de seu pontificado", beatificando-a em 1923 e canonizando-a dois anos depois. Teresa foi também declarada co-padroeira das missões com São Francisco Xavier em 1927 e nomeada co-padroeira da França (com Santa Joana d'Arc) em 1944. Em 19 de outubro de 1997, São João Paulo II proclamou Teresa a trigésima-terceira Doutora da Igreja, a pessoa mais jovem e a terceira mulher a ter recebido o título na época .

Teresa aos 13 anos de idade.


 Além de sua popular autobiografia, Teresa deixou também cartas, poemas, peças religiosas e orações. Suas últimas conversas foram também preservadas por suas irmãs. Pinturas e fotografias - a maioria de autoria de sua irmã Céline - ajudaram a aumentar ainda mais a popularidade de Teresa por todo o mundo.

De acordo com um de seus biógrafos, Guy Gaucher, depois de morrer "Teresa foi vítima de um excesso de devoção sentimental que acabou por traí-la. Foi vítima também de sua linguagem, que era a do fim do século XIX e que fluía da religiosidade de sua época". A própria Teresa disse, em seu leito de morte: "Eu amo apenas simplicidade. Tenho horror a pretensão". Ela também se manifestou contra o estilo de escrita de algumas vidas de santos publicadas na época, "Não devemos dizer coisas improváveis ou coisas sobre as quais nada sabemos. Devemos enxergar suas vidas reais e não imaginárias" .

A profundidade de sua espiritualidade, que ela qualificou como "toda de confiança e amor", inspirou muitos crentes. Confrontada com sua própria pequeneza e irrelevância, confiava em Deus para ser sua santidade. Queria ir para o céu de uma forma completamente diferente: "Quero encontrar um elevador que me eleve até Jesus" e o elevador, escreveu Teresa, eram os braços de Jesus retirando-a de toda a sua pequeneza. A Basílica de Lisieux é o segundo mais popular destino de peregrinação na França depois do Santuário de Lourdes

MORTE
Teresa de Lisieux morreu de tuberculose com apenas 24 anos.

Fonte: pt.wikipedia.org
Formatação: Helio Rubiales






GLORIA SWANSON - Arte Tumular - 1068 - Episcopal Church of the Heavenly Rest Manhattan New York County (Manhattan) New York, USA











ARTE TUMULAR 
Seus restos mortais  foram depositados na cripta, encerrada com uma placa de mármore, com o seu nome e datas gravados em dourado, no Columbarium , localizado no  porão da igreja, no lado esquerdo da parede para o fundo da sala.

Local: Episcopal Church of the Heavenly Rest Manhattan New York County (Manhattan) New York, USA
Plot: Columbarium in the basement of the church on the left side of the wall towards the back of the room.
Fotos: Randy McCoy
Descrição tumular: Helio Rubiales



PERSONAGEM
 Gloria Josephine Mae Swanson (Chicago, 27 de março de 1899 — Nova Iorque, 4 de abril de 1983) foi uma atriz americana.
Morreu aos 84 anos de idade.

SINOPSE BIBLIOGRÁFICA
 Estreou no cinema, como figurante, no filme The Song of Soul, em 1914. Atuou em diversas comédias de Mack Sennett e, nos anos 1920, já era uma estrela do cinema mudo. Em 1922, atuou no filme mudo Beyond the Rocks, com Rodolfo Valentino, filme que esteve perdido durante muito tempo e só foi reeencontrado em 2004, numa coleção privada na Holanda.

Personificou mulheres extravagantes e seguras, que agiam segundo os seus sentimentos e a sua lógica. Como estrela importante de Hollywood, conseguiu manter a popularidade com o advento do cinema sonoro, com filmes como The Trespasser (1929) e What a Widow! (1930).

Em 1950, atuou em Crepúsculo dos deuses, dirigida por Billy Wilder, onde interpretou "Norma Desmond", uma atriz do cinema mudo incapaz de aceitar o esquecimento. Após alguns projetos no teatro e no rádio, Gloria Swanson interpretou a si mesma em seu último filme, Aeroporto 75, de 1975.

A atriz deixou o cinema em 1932 e tornou-se uma mulher de negócios, mas voltou a filmar posteriormente, quando a convidavam para um papel que lhe agradasse.



Na vida privada, ficou famosa por seus sete casamentos, que despertaram sempre o interesse da mídia e, por seu namoro com Joseph Kennedy patriarca dos Kennedy (logo, pai do presidente John Kennedy). Ela teve três filhos: Gloria Swanson Somborn, nascida em 1920, adotou Joseph Patrick Swanson, nascido em 1922, e Michelle Bridget Farmer, nascida em 1932.

Tem duas estrelas na Calçada da Fama, uma em 6748 Hollywood Boulevard, por causa da carreira no cinema, e outra em 6301 Hollywood Boulevard, por causa da atuação na televisão.

Em 1982, um ano antes de sua morte, Swanson vendeu seus arquivos de mais de 600 caixas por uma quantia não revelada, incluindo fotografias, obras de arte, cópias de filmes e papéis privados, incluindo correspondência, contratos e transações financeiras para o Harry Ransom Centro na Universidade do Texas em Austin . [ 75 ] A segunda maior coleção de materiais Swanson é realizada nos arquivos da família de Timothy A. Rooks. Nos últimos anos de sua vida Swanson professava um desejo de ver Beyond the Rocks , mas o filme não estava disponível e considerada perdida . O filme foi redescoberto e rastreados em 2005.

MORTE
Pouco depois de retornar a Nova York de sua casa em Portugal, em 04 de abril de 1983,  faleceu no New York Hospital de uma doença cardíaca, aos 84 anos  Ela foi cremado e suas cinzas enterradas em Episcopal Church of the Rest Celestial , na Quinta Avenida, em Nova York, com a presença de apenas um pequeno círculo de familiares.

 Fonte:pt.wikipedia.org
Formatação:Helio Rubiales





CELESTINO V ' PAPA - Arte Tumular - 1070 - Catedral de Sulmona, Aquila, Italia.




Precedido por
Nicolau IV
Emblem of the Papacy SE.svg
Papa

192.º
Sucedido por
Bonifácio VIII












ARTE TUMULAR
Chamada de Túmulo relíquia no interior da Catedral, uma urna com armação de madeira e protegida por vidros em todos os lados. No interior o "corpo" do Papa

Local: Catedral de Sulmona, Aquila, Itália
Descrição tumular: Helio Rubiales.




PERSONAGEM
Papa São Celestino V OSB (1215 — 1296), proveniente da ordem beneditina, foi papa durante alguns meses do ano 1294.
Morreu aos 81 anos de idade.

SINOPSE BIBLIOGRÁFICA
Ele nasceu com o nome Pietro Angeleri, conhecido também como Pietro da Morrone

VIDA
 Quando morreu o papa franciscano Nicolau IV, em 1292, assistiu-se a um demorado processo de escolha do seu sucessor, que levou cerca de dois anos, apesar de haver apenas doze votantes. O conclave foi mesmo interrompido por causa de uma epidemia de peste, que vitimou um dos cardeais.

A somar a isso estavam num período de lutas entre os Orsini e os Colonna . Escolheu-se finalmente, em 5 de Julho de 1294, Pietro Angeleri, conhecido como um frade beneditino radicalmente espiritualista e um asceta, que vivia em reclusão.

Nascido de uma família de modestos camponeses, viveu por muito tempo como eremita sobre o monte Morrone, daí o seu nome, perto de Sulmona, fundando uma congregação de monges que receberam o nome de celestinos. O papa seguinte aboliu-a depois .

Pietro foi levado da sua caverna nas encostas do monte Mailla e fez uma entrada triunfal em Áquila montado num burro (nunca tinha estado em Roma durante toda sua vida), oferecido por Carlos II de Anjou, rei de Nápoles, e por seu filho, Carlos Martel de Anjou. O novo papa tomou o nome de Celestino V.

De caráter fraco e submisso e desajustado para o cargo, deixou iludir pelo referido rei e mudou-se para esse seu reino de Nápoles, onde distribuiu privilégios e cargos aos amigos . Por pressões do cardeal Benedicto Caetani, foi forçado a abdicar em 13 de Dezembro. No mesmo ano (em 24 de Dezembro foi eleito o seu sucessor, precisamente da família Caetani, que tomaria o nome de Bonifácio VIII) que o manda para uma vida de reclusão, que ainda viveu dois anos.

Supõe-se que tenha sido assassinado, talvez com veneno, por ordem do seu sucessor, embora a história não tenha registado provas conclusivas. Foi canonizado em Avinhão pelo papa Clemente V em 3 de Maio de 1313, sendo conhecido como São Pedro Celestino.

Há suspeitas, inclusive, que Bonifácio VIII tenha mandado envenenar Celestino V, em 1296. Clemente V, em 1313, canonizou o papa Celestino V.

 Em 2009, o Papa rezou na sua tumba e deixou seu próprio pálio sobre ela, e em 2010 foi à catedral de Sulmona (Itália) para visitar as relíquias do santo e ali rezou.

Fonte: pt.wikipedia.org
Formatação:Helio Rubiales





6 de fev de 2016

CHUCK CONNORS - Arte Tumular - 1067 - San Fernando Mission Cemetery Mission Hills Los Angeles County California, USA










Cemitério


ARTE TUMULAR
Placa de mármore negro, com o seu nome e datas gravados. Tendo como destaque a inscrição "O Homem do Rifle"

San Fernando Mission Cemetery Mission Hills Los Angeles County California, USA Plot: Section J, T-21, grave 123 GPS (lat/lon):34.27731, -118.46599
Fotos: A..J.Marik
Descrição tumular: Helio Rubiales


PERSONAGEM
Chuck Connors (10 de abril de 1921 - 10 de novembro de 1992) foi um ator norte-americano, escritor e um jogador profissional de basquetebol e beisebol.
Morreu aos 71 anos de idade.

SINOPSE BIBLIOGRÁFICA
Connors como um Dodger. Nascido de pais imigrantes, Chuck e sua irmã mais nova, Gloria, cresceram em um bairro de classe operária, no lado oeste do Brooklyn, onde o pai trabalhava como estivador do cais local. Devido ao seu porte atlético, Chuck ganhou uma bolsa de estudos na Adelphi Academy, e em seguida estudou no Seton Hall, um colégio católico em South Orange, Nova Jersey.

Deixando Seton Hall após dois anos, em 20 de outubro de 1942, ele entrou para o Exército. Serviu como instrutor de tanque de guerra em Camp Campbell, Kentucky, e, finalmente, em West Point. Após seu desligamento no início de 1946, Chuck retomou sua atividades esportivas.

Beisebol sempre foi sua paixão, e nos anos seguintes, participou de campeonatos em New York, Norfolk, Newark, Newport News, Mobile e Montreal. Em Montreal, ele conheceu Elizabeth Riddell, com quem se casou em outubro de 1948. Tiveram quatro filhos durante seus 13 anos de casamento. Ele finalmente alcançou seu objetivo, jogando para o Brooklyn Dodgers, em maio de 1949, mas depois de apenas cinco semanas, ele retornou a Montreal. Permaneceu um breve período com o Chicago Cubs em 1951.

CARREIRA ARTÍSTICA
Um diretor de elenco da MGM, que era fã de beisebol, indicou-o para um papel na comédia estrelada por Spencer Tracy-Katharine Hepburn, "A Mulher Absoluta" (1952). A partir daí, Chuck abandonou o esporte e passou a dedicar tempo integral à carreira de ator, que frequentemente realçava seu físico.


Durante os anos seguintes, ele atuou em 20 filmes, culminando com um papel principal no faroeste de William Wyler, "Da Terra Nascem os Homens" (1958). Também apareceu em vários programas de TV, finalmente tornando-se popular em 1958, quando "O Homem do Rifle" (The Rifleman) iniciou sua bem-sucedida temporada de cinco anos na rede ABC.


MORTE
 Chuck Connors faleceu aos 71 anos, em 10 de novembro de 1992. Connors começou a  fumar em 1940. Por muitos anos ele fumou  três maços de cigarros Camel por dia , até que deixou o  hábito, em meados da década de 1970, embora, ocasionalmente, voltava a fumar. Ele morreu na Cedars-Sinai Medical Center, em Los Angeles com a idade de 71 de pneumonia decorrente de câncer de pulmão.

Fonte: pt.wikipedia.org
Formatação: Helio Rubiales







.

VESPASIANO ' Imperador Romano - Arte Tumular - 1066 - Mausoleum of Augustus Rome Provincia di Roma Lazio, Italy







Visto de frente
Visto de lado
Portal
Parede externa revestida com mármore travertino
Visto do satélite
Planta do mausoléu
Mausoléu reconstituído por computador

MAUSOLÉU DE AUGUSTUS
 O Mausoléu de Augusto, foi concebido pelo Imperador  Augusto antes da batalha de Actium,  em 28 aC no Campus Martius em Roma.  O enorme túmulo  mede 89 metros de diâmetro, e consiste em cinco círculos concêntricos de terra e tijolos, coberto por um telhado cônico. A planta abaixo fornece mais detalhes. A altura do edifício é desconhecido, com estimativas que variam a partir de 45-65 metros.
Uma estátua de bronze do imperador foi colocada no topo do monumento. O Mausoléu de Augusto foi construído de blocos de tufo e concreto, reforçada por blocos de travertino. Placas de bronze gravadas narrando os seus feitos, conquistas, decretos e honrarias, adornavam cada lado da porta de entrada. A área foi aberta ao público, decorada com grandes jardins e árvores de louro, que representaria Apolo, Júlio Cesar e a vitória. Obeliscos de granito rosa ladeavam a entrada arqueada do mausoléu. Acredita-se que a construção foi baseada nos túmulos dos príncipes de Troia, no grande mausoléu do rei Mausolo de Helicarnassus e também no tumulo de Alexandre o Grande.
O mausoléu foi usado por muitos dos imperadores, seus parentes e seus amigos, e o último imperador ali sepultado foi   Nerva em 98 AD.
O mausoléu ainda está aberto aos turistas, localizado na Piazza Augusto Imperatore, embora os estragos do tempo e descuido viraram ruínas.
CREMAÇÃO
Depois da cremação em uma pira do corpo de Augusto, suas cinzas foram depositadas no mausoléu.

Local: Mausoleum of Augustus, Rome, Lazio Region, Italy
GPS (lat/lon): 41.90611, 12.47639
Fotos:
Descrição tumular: Helio Rubiales

Local: Mausoleum of Augustus Rome Provincia di Roma Lazio, Italy



PERSONAGEM
Tito Flávio Sabino Vespasiano (em latim: Titus Flavius Vespasianus; perto de Rieti, 17 de novembro de 9 — Água Cutília, 23 de junho 79), foi um imperador romano, o primeiro da dinastia flaviana, que ocupou o poder em 69, logo após o suicídio de Nero (68) e o conturbado ano dos quatro imperadores (69). Foi proclamado imperador pelos seus próprios soldados em Alexandria. Sucederam-lhe sucessivamente dois dos seus filhos, Tito e Domiciano.
Morreu aos 70 anos de idade.

SINOPSE BIBLIOGRÁFICA
De origem modesta, descendia de uma família da ordem equestre que atingira o classe senatorial durante os reinados dos imperadores da dinastia júlio-claudiana. Designado cônsul em 51, ganhou renome como comandante militar, destacando-se na invasão romana da Britânia . Comandou as forças romanas que fizeram face à primeira guerra judaico-romana de 66

Quando se dispunha a sitiar Jerusalém, a capital rebelde, o imperador Nero suicidou-se, mergulhando o império num ano de guerras civis conhecido como o "ano dos quatro imperadores". Após a rápida sucessão e falecimento de Galba e Otão e a ascensão ao poder de Vitélio, os exércitos das províncias do Egito e Judeia proclamaram Vespasiano imperador a 1 de julho de 69 .

No seu caminho para o trono imperial, Vespasiano aliou-se com o governador da província da Síria, Caio Licínio Muciano, quem conduziu as tropas de Vespasiano contra Vitélio, enquanto o próprio Vespasiano tomava o controle sobre a província do Egito. A 20 de dezembro, Vitélio foi derrotado e ao dia seguinte Vespasiano foi proclamado imperador pelo senado.

Pouca informação sobreviveu aos dez anos de governo de Vespasiano. Destaca-se o programa de reformas financeiras que promoveu, tão necessário após a queda da dinastia júlio-claudiana, a sua bem-sucedida campanha militar na Judeia e os seus ambiciosos projetos de construção como o Anfiteatro Flávio, conhecido popularmente como o Coliseu Romano.

Reformulou o senado e a Ordem Equestre e desenvolveu um sistema educativo mais amplo. Reprimiu a sublevação da Gália, mas incompatibilizou-se com os meios senatoriais.
O período de seu governo ficou marcado por uma eficaz administração econômica quer na capital do império quer nas províncias, com um aumento significativo do tributo anual e a implementação de medidas econômicas muito mais severas, o que permitiu atingir níveis de progresso assinaláveis nas finanças do Estado, tendo inclusive angariado fundos para a construção do templo dedicado a Júpiter Capitolino e para o Coliseu de Roma.

Após a sua morte a 23 de junho de 79, foi sucedido no trono pelo seu filho maior, Tito.

MORTE
Ele sobreviveu a muitas conspirações contra a sua vida, e morreu em 79 AD de uma inflamação intestinal, suas últimas palavras sendo "Eu acho que estou me tornando um Deus". Ele foi enterrado no Mausoléu de Augusto, mas seus restos mortais foram mais tarde mudou-se para o túmulo da família Flaviano.

Fonte: pt.wikipedia.org
Formatação: Helio Rubiales

NERVA ' Imperador Romano - Arte Tumular - 1065 - Mausoleum of Augustus Rome Provincia di Roma Lazio, Italy



Precedido por
Domiciano
Imperador romano
96 — 98
Sucedido por
Trajano







Visto de frente
Visto de lado
Portal
Parede externa revestida com mármore travertino
Visto do satélite
Planta do mausoléu
Mausoléu reconstituído por computador

MAUSOLÉU DE AUGUSTUS
 O Mausoléu de Augusto, foi concebido pelo Imperador  Augusto antes da batalha de Actium,  em 28 aC no Campus Martius em Roma.  O enorme túmulo  mede 89 metros de diâmetro, e consiste em cinco círculos concêntricos de terra e tijolos, coberto por um telhado cônico. A planta abaixo fornece mais detalhes. A altura do edifício é desconhecido, com estimativas que variam a partir de 45-65 metros.
Uma estátua de bronze do imperador foi colocada no topo do monumento. O Mausoléu de Augusto foi construído de blocos de tufo e concreto, reforçada por blocos de travertino. Placas de bronze gravadas narrando os seus feitos, conquistas, decretos e honrarias, adornavam cada lado da porta de entrada. A área foi aberta ao público, decorada com grandes jardins e árvores de louro, que representaria Apolo, Júlio Cesar e a vitória. Obeliscos de granito rosa ladeavam a entrada arqueada do mausoléu. Acredita-se que a construção foi baseada nos túmulos dos príncipes de Troia, no grande mausoléu do rei Mausolo de Helicarnassus e também no tumulo de Alexandre o Grande.
O mausoléu foi usado por muitos dos imperadores, seus parentes e seus amigos, e o último imperador ali sepultado foi   Nerva em 98 AD.
O mausoléu ainda está aberto aos turistas, localizado na Piazza Augusto Imperatore, embora os estragos do tempo e descuido viraram ruínas.
CREMAÇÃO
Depois da cremação em uma pira do corpo de Augusto, suas cinzas foram depositadas no mausoléu.

Local: Mausoleum of Augustus, Rome, Lazio Region, Italy
GPS (lat/lon): 41.90611, 12.47639
Fotos:
Descrição tumular: Helio Rubiales

Local: Mausoleum of Augustus Rome Provincia di Roma Lazio, Italy





PERSONAGEM
Marco Coceio Nerva (em latim: Marcus Cocceius Nerva), 8 de novembro de 30 — 27 de janeiro de 98), foi imperador romano de 96 até a sua morte em 98.
Morreu aos 68 anos de idade

SINOPSE BIBLIOGRÁFICA
Este reputado senador esteve ao serviço do Império durante os reinados de Nero, Vespasiano, Tito e Domiciano.

Com Nero foi membro do séquito imperial e desempenhou um papel de destaque na descoberta de uma conspiração contra o imperador, orquestrada pelo senador Caio Calpúrnio Pisão (65). Foi recompensado com dois consulados, com Vespasiano em 71 e com Domiciano em 90. Sendo este assassinado, a 18 de setembro de 96, o senado ao dia seguinte elegeu e aclamou um de seus membros, Nerva, imperador.

Como novo monarca jurou restaurar os direitos que foram abolidos ou simplesmente obviados durante o reinado de Domiciano. Contudo, a sua administração esteve pontuada por problemas financeiros e pela sua falta de habilidade para tratar com as tropas.

Uma rebelião da guarda pretoriana em 97 quase o forçou a adotar o popular Trajano como herdeiro e sucessor. Após o que aproximadamente foram dez e oito meses de gestão,

Embora se desconheça grande parte da vida de Nerva, é considerado pelos historiadores antigos como um imperador sábio e moderado, interessado no bem-estar econômico, procurando reduzir as despesas do governo. Esta opinião foi confirmada pelos historiadores modernos, um dos quais, Edward Gibbon, chama Nerva e os seus quatro sucessores, os "cinco bons imperadores". A adoção de Trajano como herdeiro finalizou com a tradição dos anteriores imperadores, que nomeavam algum dos seus parentes como filho adotivo, caso não os sucedessem os seus próprios filhos.

MORTE
Nerva faleceu de morte natural a 27 de janeiro de 98. À sua morte foi sucedido pelo seu filho adotivo, Trajano.
Fonte: pt.wikipedia.org
Formatação:Helio Rubiales